Kemily Suiara. A mais nova integrante do time!

 

Recém anunciada sua entrada para o time da Posso!, trouxemos hoje um bate papo que rolou com Kemily Suiara. 

Conheça um pouco mais sobre a skatista.

Kemily, com quantos anos você está hoje em dia?

Hoje estou com 20 anos.

E deixa eu te perguntar: como e quando surgiu essa paixão pelo skate?

Comecei a andar com 13, aqui na rua de casa mesmo.
Meus irmãos mais velhos andavam, e eu era bem mais nova, ficava assistindo eles andarem, achava muito legal!
Quando comecei meus pais não curtiam muito, não viam o skate como um esporte, muito menos um esporte para menina. Pegavam meu skate, quebravam, ai minha vó ia e me ajudava a arrumar outro (risos), e mesmo com tudo isso não parei de andar, andava por aqui mesmo, perto de casa.

Pô, maneiro saber que o apoio do skate partiu da sua avó!

Minha avó é tudo para mim, ela sempre esteve comigo.

Mas e aí, como você enxerga o skate? 

Pra mim o skate significa muito, salva vidas e muda vidas. Penso que se meu irmão tivesse continuado no skate a vida dele seria outra. (disse Kemily, referindo-se ao seu irmão mais velho) 

E como era a infraestrutura da sua cidade para andar: tinha pista, algum lugar maneiro ….  ?


Ah, sempre andei na rua, com meus irmãos. Depois abriu uma pista aqui perto de casa e comecei a ir lá, mas nessa época meus irmãos já tinham parado de andar e eu continuei indo sozinha mesmo. 


O skate é um esporte majoritariamente masculino, como foi pra você entrar nesse mundo, como se sentiu?

Sempre andei com meus irmãos, então era tranquilo. Quando eles pararam, eu ia pra pista sozinha, tinha uns caras que ficavam me olhando meio de canto, mas nunca liguei, estava ali  para andar e me divertir. Algumas meninas desistiam de andar por conta dos comentários, e eu entendo, é chato mesmo. Mas sempre continuei, era o que eu queria e gostava de fazer. 


Falando em skate, e sobre ser uma mina no skate, como você se sente podendo ser referência para outras meninas? Que podem olhar pra você e ver que sim, é possível ser uma mina na cena do skateboarding.

É gratificante. Aqui na minha cidade tem algumas meninas que se inspiram em mim, e isso é muito louco. Eu me inspirei em muitas meninas, como a Pâmela Rosa, e é maneiro saber que agora posso ser inspiração para outras minas também!


Em 2020 você participou do Ladies Day, e do “ desafio de rua” da cemporcentoSKATE, me diz: como foi vivenciar essas duas experiências? Isso virou uma chavinha na sua cabeça em relação ao skate?

Foi realmente impactante. Quando me inscrevi para o Ladies Day não imaginava que iria resultar em tudo isso. Meu namorado que sempre me ajudou a gravar os vídeos, e fiquei muito feliz quando fui chamada para participar. 

Quando aconteceu o desafio de rua da cemporcento fiquei muito feliz, era algo que eu já sonhava mas não sabia que poderia ser real. 


Foi tão real que você se tornou capa haha! 

Sim, virei capa e foi muito doido! Lembro que quando ganhei, recebia as revistas em casa, e minha avó sempre que via me perguntava quando eu iria sair na revista, no dia em que ela recebeu a revista na qual fui capa, ela se emocionou,! Até eu falando aqui fico emocionada. Foi uma realização. 


Ai, confesso que também estou emocionada, é muito lindo ver esse apoio vindo dela.

E o mais legal de participar do evento, foi poder conhecer meninas que inspiravam, como a própria Pâmela. Conhecê-la e ver como ela é humilde foi incrível, e me inspirou muito a sempre manter o pé no chão e ser humilde sempre, porque o skate é isso: humildade e parceria.


Falando em Pâmela, agora você compõe o time da Posso!Skateboard junto à ela, como é ser parceira de time da mina que te inspirou?

É incrível, a Pâmela é uma mina do skate que admiro e me inspiro muito, fico muito feliz de saber que junto à ela faço parte desse time.


Como falamos, recentemente foi anunciada sua entrada para o time da Posso! SkateBoard, como você está se sentindo? Já era um desejo antigo seu? Como tudo isso rolou?
   

Acho que é o sonho de todo mundo que anda de skate ter um patrocínio, né?  Mas a gente sabe que não é assim da noite pro dia. Fiquei muito tempo andando e correndo atrás, sabe? Hoje me sinto grata. Fico feliz em saber que faço parte da família Posso! junto com pessoas que sempre admirei.


Nós é que ficamos felizes com você agregando esse time. Queremos te ver brilhar muito!

Haha, eu que fico feliz, de verdade! 


E assim se encerra a entrevista com Kemily Suiara, Skatista de 20 anos que veio diretamente de Brasília - DF e tem muito o que brilhar. 


Confira sua vídeo part de boas-vindas em nosso canal do youtube.

17 de setembro de 2021 — G5 Corp

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados